10/29/2008

Grafipoesis, Rui Carlos Souto II




Há uma chave para tudo que permite estar em qualquer lugar
Neste mundo de utopias ou de coisas que se ocultam
As palavras são isso mesmo chaves que dão para entrar no
Mundo das pessoas
Dentro há mais portas e janelas do que se imagina

A chave tem que ser uma chave mestra
Para servir em todas as portas e janelas
Não fossem as pessoas cofres-fortes

Agora cá de fora vê-se o labirinto que cada um constrói à volta
Para acabar por se perder quando quer chegar ao centro das pessoas

A chave mais importante é a que se tem livremente na cabeça
Que pode ser uma estratégia um esquema ou mesmo outra
Coisa qualquer

O que permite sair do labirinto que cada um constrói cá para fora
É a liberdade chave fundamental para se poder andar por aqui

Etiquetas: ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home