6/09/2006

As palavras da fraude

Afinal a Reis-Sá & Ca. Lda não fez passsar «A Festa do Asno» e «Gag Gad», livros aqui publicados, por edição restrita de 2005, mas sim por uma «edição restrita em 2005» [sic].
Assim sendo, a fraude é ainda mais grave; porque induz o leitor a pensar que a edição estoirou ou circulou num grupo de compinchas no transacto ano.
Eu já o desmenti. E volto, neste post, a desmentir e a tornar público.
Mas o silêncio em torno desta fraude só tem uma explicação: é só mais uma vigarice por parte dos ditos fraudulentos, têm passado impunes e já não merece menção.

Etiquetas: , , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home